Jornal JF
Confira as melhores e mais importantes notícias sobre o INSS, economia, auxílios, benefícios, FGTS e novidades do Brasil, com o Portal Diário Oficial Notícias - A fonte mais completa e confiável para você!

Urgente: MST não poderá mais receber Bolsa Família por conta de projeto de lei- Entenda

Veja a seguir como funcionará novo corte do bolsa família para quem pertence ao MST.

0

Na última terça-feira (23), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados deu sinal verde a um projeto de lei que busca proibir a concessão de benefícios de programas do governo federal, como o Bolsa Família, a pessoas condenadas por invasão de propriedades.

Além disso, o projeto impede que esses indivíduos assumam cargos ou funções públicas. Veja detalhes a respeito do projeto a seguir!

Votação e Implicações Políticas da relação do MST e Bolsa Família

ativistas do mst em protesto
Urgente: MST não poderá mais receber Bolsa Família por conta de projeto de lei- Entenda (Fonte: Reprodução Google)

Com uma votação contabilizando 38 votos a favor, oito contra e uma abstenção, a aprovação do projeto na CCJ foi vista como uma derrota para os parlamentares alinhados ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que tentaram postergar a decisão. A matéria, agora, deverá seguir para análise do plenário da Câmara.

Leia mais: Caixa Econômica está pagando para quem trabalhou de 1971 a 1988 – Então confira quem recebe agora mesmo! Consulte mais informações a seguir

O texto, proposto pelo deputado Marcos Pollon (PL-MS), foi relatado por Ricardo Salles (PL-SP), ex-ministro do Meio Ambiente durante o governo de Jair Bolsonaro e relator da CPI sobre o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) no ano anterior.

Salles defendeu veementemente o projeto, argumentando que é essencial coibir práticas que ele considera criminosas, como as ocupações de terras, e proteger os direitos dos proprietários legítimos.

Conteúdo e Justificativa do Projeto do MST Não Receber Bolsa Família

De acordo com o projeto, as sanções seriam aplicadas a indivíduos condenados pelos crimes de invasão de domicílio ou esbulho possessório, que ocorre quando uma pessoa se apropria ilegalmente de um bem, sem a permissão do proprietário.

Salles, em seu parecer, ressaltou: “É inaceitável que indivíduos que desrespeitam a ordem jurídica e promovem invasões ilegais se beneficiem de programas assistenciais financiados pelo governo, pois isso incentivaria a perpetuação de condutas delituosas.”

Leia mais: Confira a lista dos principais jogos para videogame com lançamento em abril de 2024

Pressão da Frente Parlamentar da Agropecuária

A Frente Parlamentar da Agropecuária, uma das mais influentes do Congresso Nacional, vinha exercendo pressão para que os projetos do chamado pacote anti-invasão fossem deliberados tanto nas comissões quanto no plenário da Câmara.

Essa movimentação, intensificada especialmente em resposta às ações do MST durante o chamado “Abril Vermelho”.

Leia mais: ACABA DE SAIR no Diário Oficial as NOVAS DATAS de pagamento do 13º salário INSS – Então confira agora as novidades! Mantenha-se informado

O Que Muda com Novo Projeto?

O projeto estabelece que invasores não poderão firmar contratos com o poder público, participar de concursos públicos ou ser nomeados para cargos públicos comissionados. Estas restrições são válidas por oito anos após o trânsito em julgado da condenação.

Além disso, o texto do projeto também proíbe que esses indivíduos recebam quaisquer auxílios, benefícios ou participem de programas do governo federal pelo mesmo período de tempo.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Caso o beneficiado já esteja recebendo algum tipo de auxílio ou benefício, ele será desvinculado compulsoriamente, sempre respeitando o direito ao contraditório e à ampla defesa.

Após a aprovação na CCJ, o projeto aguarda agora a deliberação no plenário da Câmara dos Deputados. Lá, sua aprovação final definirá a aplicação das novas regras.

Leia mais: Veja agora mesmo: O que acontece com o aposentado que continua trabalhando – Confira então o que pode acontecer

A discussão promete ser acalorada, dado o impacto significativo das medidas propostas sobre os direitos de cidadãos acusados ou condenados por invasão de terras.

Veja Também: NÃO é GOLPE! CAIXA ECONÔMICA está PAGANDO quem TRABALHOU de 1971 a 1988!

NÃO é GOLPE! CAIXA ECONÔMICA está PAGANDO quem TRABALHOU de 1971 a 1988! VEJA como SACAR! (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias. Então clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube e assista.