Jornal JF
Confira as melhores e mais importantes notícias sobre o INSS, economia, auxílios, benefícios, FGTS e novidades do Brasil, com o Portal Diário Oficial Notícias - A fonte mais completa e confiável para você!

ATENÇÃO: Aprenda a AUMENTAR sua Aposentadoria com a Contribuição Concomitante do INSS em 2024! SAIBA MAIS

Saiba como a contribuição concomitante para o INSS pode aumentar sua aposentadoria neste ano. Saiba como pode fazer isto

0

Com o aumento do número de brasileiros trabalhando em mais de um emprego, a modalidade de contribuição concomitante ganhou destaque. Em 2023, 3,2 milhões de pessoas se encontravam nessa situação, segundo dados recentes. Essa forma de contribuição permite que os trabalhadores acumulem ganhos no INSS, aumentando potencialmente o valor dos benefícios futuros como a aposentadoria. No entanto, existem regras específicas que precisam ser observadas para garantir que não haja perdas financeiras.

Essencialmente, a contribuição concomitante ocorre quando um indivíduo, seja ele empregado com carteira assinada ou trabalhador autônomo, faz contribuições previdenciárias por meio de mais de um emprego ou fonte de renda simultaneamente. Tal prática é permitida e reconhecida pelo INSS, porém é fundamental compreender seus limites e condições.

O que é Contribuição Concomitante?

INSS
Entenda a Contribuição Concomitante do INSS e Como Ela Pode Maximizar sua Aposentadoria ( Reprodução Google)

A contribuição concomitante permite que trabalhadores que possuem mais de uma fonte de renda contribuam para a Previdência Social a partir destas múltiplas fontes. Esta modalidade é interessante para quem busca uma maior segurança financeira ao se aposentar, uma vez que pode resultar em um cálculo de benefícios baseado em uma renda mais alta.

CLIQUE AQUI e receba as PRINCIPAIS NOTÍCIAS pelo WhatsApp

Limites e Regras da Contribuição

Uma das principais regras da contribuição concomitante diz respeito ao teto de contribuição estabelecido pelo INSS, que para o ano corrente está fixado em R$ 7.786,02. É importante destacar que valores que ultrapassem esse teto não são contabilizados para efeitos de cálculo da aposentadoria ou outros benefícios, configurando uma perda financeira para o contribuinte. Por outro lado, aqueles que não ultrapassam essa margem podem ter todas suas contribuições consideradas.

Leia mais: Pix de R$ 1.772 para Idosos: Benefício Exclusivo Revelado – Saiba Como Solicitar!

Para mais detalhes sobre seus direitos e deveres enquanto contribuinte, assim como outras orientações sobre aposentadoria e benefícios do INSS, não deixe de acessar recursos informativos ou procurar auxílio de um especialista. Se informar é o melhor caminho para garantir seus benefícios futuros.

Como Maximizar os Benefícios da Contribuição Concomitante?

Para evitar a perda de contribuições que ultrapassem o teto, é aconselhável que os trabalhadores informem seus empregadores sobre suas várias fontes de renda. Essa comunicação pode ajudar a ajustar os descontos do INSS para que não excedam o limite permitido. Além disso, é possível atuar como Microempreendedor Individual (MEI) e ainda manter um emprego formal, combinando as vantagens de ambas as formas de contribuição.

Leia mais: Alerta Urgente: Golpes Contra Idosos e Deficientes Disparam – Proteja-se Agora!

Caso ocorram contribuições acima do teto, os profissionais têm o direito de solicitar a devolução do excesso através do Pedido Eletrônico de Restituição, Ressarcimento ou Reembolso e Declaração de Compensação (PER/DCOMP) no portal da Receita Federal. Este procedimento pode ser realizado para valores recolhidos a mais nos últimos cinco anos.

  • Converse com seus empregadores: Comunique sobre suas múltiplas contribuições para evitar recolhimentos desnecessários.
  • Considere ser MEІ: Analise a possibilidade de ser um Microempreendedor Individual, que oferece facilidades adicionais.
  • Solicite restituição: Caso tenha recolhido acima do teto, não deixe de pedir a devolução do excedente.

Veja Também: decisão IMPORTANTE sobre o pagamento do 14º salário!!!!

SAIU: 14° SALÁRIO INSS foi APROVADO no SENADO? CONFIRA! (Fonte: João Financeira TV)

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

 Dica extra:Tenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias: Clique aqui, se inscreva em nosso canal do Youtube