Jornal JF
Confira as melhores e mais importantes notícias sobre o INSS, economia, auxílios, benefícios, FGTS e novidades do Brasil, com o Portal Diário Oficial Notícias - A fonte mais completa e confiável para você!

Amazônia em Áreas Desmatadas. Saiba o Que Está Acontecendo

Desmatamento no Brasil: Cerrado supera Amazônia em 2023, com 61% do total nacional, devido à expansão agropecuária. Continue lendo e saiba mais!

0

Recentes dados sobre o desmatamento no Brasil trouxeram à tona uma mudança significativa na dinâmica deste problema ambiental. Em 2023, o Cerrado, muitas vezes menos discutido que a Amazônia, emergiu como o bioma com maior área desmatada, ultrapassando sua contraparte mais famosa pela primeira vez desde que os dados começaram a ser coletados em 2019.

O relatório divulgado pelo MapBiomas Alerta mostra que o desmatamento no Cerrado foi responsável por impressionantes 61% do total nacional, enquanto a Amazônia contribuiu com 25% do desmatamento no país. Este fenômeno destaca uma nova tendência que merece atenção especial: o aumento do desmatamento nas regiões de savana, contrastando com a diminuição nas áreas florestais.

Por Que o Cerrado Está Sendo Mais Desmatado que a Amazônia?

MapBiomas Alerta mostra que o desmatamento no Cerrado foi responsável por impressionantes 61% do total nacional (Fonte: Reprodução Google).

Esta inesperada liderança do Cerrado no desmatamento pode ser atribuída, predominantemente, à expansão agropecuária. Este bioma vasto, que conta com uma biodiversidade incrivelmente rica, sofreu um aumento de 68% na área desmatada comparado ao ano anterior, totalizando 1.110.326 hectares em 2023. Por outro lado, no mesmo período, a Amazônia viu uma redução de 62,2% na área desmatada.

Leia Mais: INSS: Aposentados Surpreendidos com Liberação de R$19.465,00 em Maio – Descubra Quem Recebe! Não fique fora

Impacto do Desmatamento no Cerrado e na Amazônia

O Cerrado não apenas liderou em área desmatada, mas também registrou os casos mais alarmantes. Alto Parnaíba, no Maranhão, teve o maior alerta de desmatamento do país, com 6.691 hectares. A velocidade do desmatamento também chama atenção; o município de Baixa Grande do Ribeiro, no Piauí, viu 944 hectares desmatados em apenas 8 dias.

As repercussões do desmatamento no Cerrado se estenderam para territórios tradicionalmente protegidos. Territórios indígenas e quilombolas, além de Unidades de Conservação, sofreram aumentos significativos no desmatamento, impactando negativamente a biodiversidade e as comunidades que dependem dessas terras para suas subsistências.

Leia Mais: Concurso Caixa 2024: Oportunidade para então mais de 4 mil cargas disponíveis!

Os Efeitos da Expansão Agropecuária

O aumento do desmatamento no Cerrado está fortemente ligado à expansão da agropecuária, que responde por 97% do desmatamento observado em 2023. Este crescimento não apenas transforma a paisagem natural, mas também levanta sérias questões sobre a sustentabilidade das práticas agrícolas e sua compatibilidade com a preservação ambiental.

É crucial que políticas públicas eficientes e práticas de gestão sustentável sejam implementadas para combater essa tendência. O desmatamento impacta não apenas a biodiversidade e os ecossistemas locais, mas também contribui para o aquecimento global e alterações climáticas, afetando a vida de todos no planeta.

As transformações no Cerrado são um sinal de alerta que as estratégias de conservação precisam ser adaptadas e fortalecidas, levando em consideração as especificidades de cada bioma. A luta contra o desmatamento exige uma abordagem integrada que combine regulamentação, fiscalização e incentivos para práticas agrícolas sustentáveis.

Leia Mais: Concurso Caixa 2024: Oportunidade para então mais de 4 mil cargas disponíveis!

Veja Também: STJ OBRIGOU então BANCO do BRASIL a DEVOLVER VALORES DE QUEM TRABALHOU ANTES de 1988!

Dica bônus

Receba nossas informações diariamente de forma gratuita, nos seguindo então em nossas redes sociais:

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO INSTAGRAM!

CLIQUE E CONHEÇA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK!

Dica extraTenha todas as informações de forma rápida e sem precisar ler as notícias! Clique aqui, se inscreva então em nosso canal do Youtube e assista.